A
123
X02220
Bm
234
X24432
C#7
1234
X4342X
D
123
XX0232
D5
134
X577XX
E
123
022100
F#m
34
244222
Tono: G
[Intro] A  D  A  D

 A
Muito prazer, meu nome é otário
D
Vindo de outros tempos 

Mas sempre no horário
  A                         
Peixe fora d'água
                 D
Borboletas no aquário

 A
Muito prazer, meu nome é otário
    D
Na ponta dos cascos e fora do páreo
 A                      D
Puro sangue puxando carroça

( A  D  A  D )

A
Um prazer cada vez mais raro
 D
Aerodinâmica num tanque de guerra
    A                  
Vaidades que a terra 
                D
Um dia há de comer

A
Às de espadas fora do baralho
  D
Grandes negócios, pequeno empresário
 A                          D
Muito prazer me chamam de otário
 Bm                    D
Por amor às causas perdidas

[Refrão]

 A              C#7
Tudo bem...até pode ser
           F#m                   D
Que os dragões sejam moinhos de vento
 A                   C#7
Tudo bem... seja o que for
      F#m                   D5
Seja por amor às causas perdidas
 Bm                    E
Por amor às causas perdidas

( F#m  D  F#m  D )
( Bm  D  Bm  E )

[Refrão]

 A              C#7
Tudo bem...até pode ser
           F#m                   D
Que os dragões sejam moinhos de vento
 A                  C#7
Muito prazer... ao seu dispor
      F#m                   D5
Seja por amor às causas perdidas
 Bm                    E
Por amor às causas perdidas

[Final] A  D  A  D
Composición: Gessinger / Humberto Gessinger / Paulinho GalvãoColaboración y revisión: Gustavo VazEdney Marcellyno
videoclase Dom Quixote (aula de violão)