Tomie Ohtake

Zeca Baleiro

Parado no tempo igual a um vapor
Nem um pensamento, vejo o Sol se pôr
Laranja no céu, azul cobalto
Todas as coisas parecem pequenas
Se vistas do alto


Ando até a esquina
Com a rua fidalga
No pelo da vida
Quem é que cavalga?
Os carros dançam
Um homem grita
Uma cerveja
E a tarde fica mais bonita
A cidade sente
Impulsa nervosa
A saudade mata a gente


Quantos aviões
Passam sobre nós?
Quantos sonhos vêm?
Quantos vão?
Vejo cinza e rosa
No Tomie Ohtake
E ouço o finito tic-tac
Do meu coração


A cidade sente
Impulsa nervosa
A saudade mata a gente
Quantos aviões
Passam sobre nós?
Quantos sonhos vêm?
Quantos vão?
Vejo cinza e rosa
No Tomie Ohtake
E ouço o finito tic-tac
Do meu coração

Composição: Zeca BaleiroColaboração e revisão: Daniel Rodrigues

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • Chega de anúncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Desconto em nossos produtos

  • Entre outras vantagens...