Hino Nordestino

Zé Ramalho

Salto no escuro de meter medo nos olhos
De meter medo a quem medo nunca sentiu
Tentar a sorte no Rio de Janeiro
São Paulo, no mundo, aceito o desafio


É o destino que é de todo nordestino
Que sai de casa e que dá asa ao pensamento
Espaço aberto dentro do seu próprio ser
Cuidado tempo, que é pra não se atrapalhar


Ô deixa chover, ô deixa molhar
Ouve o que eu digo cantando esse xote
Ô deixa chover, ô deixa molhar
Não for castigo, cada pingo forte


Salto no escuro de meter medo nos olhos
De meter medo a quem medo nunca sentiu
Tentar a sorte no Rio de Janeiro
São Paulo, no mundo, aceito o desafio


É o destino que é de todo nordestino
Que sai de casa e que dá asa ao pensamento
Espaço aberto dentro do seu próprio ser
Cuidado tempo, que é pra não se atrapalhar


Ô deixa chover, ô deixa molhar
Ouve o que eu digo cantando esse xote
Ô deixa chover, ô deixa molhar
Não for castigo, cada pingo forte


É o destino que é de todo nordestino
Que sai de casa e que dá asa ao pensamento
Espaço aberto dentro do seu próprio ser
Cuidado tempo, que é pra não se atrapalhar


Ô deixa chover, ô deixa molhar
Ouve o que eu digo cantando esse xote
Ô deixa chover, ô deixa molhar
Não for castigo, cada pingo forte


Ô deixa chover

Composición: Colaboración y revisión: Tiago Sá

Cifra Club Academy

O ensino de música que cabe no seu tempo e no seu bolso!

Quero conhecer os cursos
Cifra Club Pro

Entre para o
Cifra Club PRO

Tenha acesso a benefícios exclusivos no App e no Site

  • No más anuncios

  • Mais recursos no app do afinador

  • Descuento en nuestros productos

  • Entre otras ventajas...