Desfado

Ana Moura

A
123
X02220
D
123
XX0232
G
123
320003
Tono: G
[Intro] D  G  A
        D  G  A 
        D  G  A 
        D  G  A 

[Primeira Parte]

           D                G          A
Quer o destino que eu não creia no destino
         D          G           A
E o meu fado é nem ter fado nenhum
          D          G            A
Cantá-lo bem sem sequer o ter sentido
                   D            G             A
Senti-lo como ninguém, mas não ter sentido algum

            D          G         A
Ai que tristeza, esta minha alegria
            D         G              A
Ai que alegria, esta tão grande tristeza
                D            G            A
Esperar que um dia eu não espere mais um dia
                      D           G            A
Por aquele que nunca vem e que aqui esteve presente

[Refrão]

           D
Ai que saudade
           G            A
Que eu tenho de ter saudade
                    D
Saudades de ter alguém
            G         A
Que aqui está e não existe
            D
Sentir-me triste
        G             A
Só por me sentir tão bem
             D
E alegre sentir-me bem
       G              A
Só por eu andar tão triste

[Segunda Parte]

            D           G                A
Ai se eu pudesse não cantar "ai se eu pudesse"
       D              G             A
E lamentasse não ter mais nenhum lamento
          D          G            A
Talvez ouvisse no silêncio que fizesse
                   D        G             A
Uma voz que fosse minha cantar alguém cá dentro

            D         G              A
Ai que desgraça esta sorte que me assiste
            D          G             A
Ai mas que sorte eu viver tão desgraçada
         D                  G      A
Na incerteza que nada mais certo existe
                  D              G            A
Além da grande certeza de não estar certa de nada

[Refrão]

           D
Ai que saudade
           G            A
Que eu tenho de ter saudade
                    D
Saudades de ter alguém
            G         A
Que aqui está e não existe
            D
Sentir-me triste
        G             A
Só por me sentir tão bem
             D
E alegre sentir-me bem
       G              A
Só por eu andar tão triste

( D  G  A )
( D  G  A )

[Refrão]

           D
Ai que saudade
           G            A
Que eu tenho de ter saudade
                    D
Saudades de ter alguém
            G         A
Que aqui está e não existe
            D
Sentir-me triste
        G             A
Só por me sentir tão bem
             D
E alegre sentir-me bem
       G              A
Só por eu andar tão triste

           D
Ai que saudade
           G            A
Que eu tenho de ter saudade
                    D
Saudades de ter alguém
            G         A
Que aqui está e não existe
            D
Sentir-me triste
        G             A
Só por me sentir tão bem
             D
E alegre sentir-me bem
       G              A
Só por eu andar tão triste
Composición: Pedro Da Silva MartinsColaboración y revisión: Getúlio VasconcelosMariana Costa